A Fala do Mestre 6 - Aillesel Seldarie

Eu viajei no tempo. Abençoado seja o poder do Seldarine, abençoado seja o de Labelas. O que eu buscava? O que dar a um elfo que teve seu passado tirado de si? O que dar àquele que possui o sangue dos Coronais? Hanali, minha senhora, existe maior beleza do que resgatar a crença na esperança? Existe maior amor do que sacrificar-se? Eu não perdi meus séculos, eu ganhei bravos amigos, valorosos amigos que fariam o mesmo por mim, tenho certeza, sem pestanejar. Eu sigo até o portal e o atravesso. estou na grande cidade. É preciso esperar, preparar-me. Não poderei mais voltar a essa época. Nunca mais. Dias, dezenas, meses se passam até que eles finalmente surgem. Eu os vejo, estão confusos. Escondo minhas lágrimas. Já estou morto, não sou mais; mas hoje, aqui, serei aquele que os ajudará. Terei apenas uma fração de segundo. Preparei-me tanto para esse momento. Toda uma vida em nome da revelação que Sehanine me trouxe:

Daqui a 300 anos surgirá em Bristar o futuro desta terra. A lua em meio à luz que não cessa. Dentre eles haverá reis e rainhas, espada e magia, arco e esperança. Você não viverá para vê-los triunfar. Você morrerá para que eles triunfem. Seja generoso, pois dois deles guardam a escolha do Seldarine.

Eles estão voltando para Bristar. Tenho pouco tempo para atravessar o portal apenas por uma brevidade de instante. O tempo se dilata, não cheguei ao mesmo tempo que eles. Eu os amo acima de mim. Vocês estão dando vida às pernas de um "sum". Indico o local e parto, não posso ficar. Não pertenço mais a Bristar, pois estou morto. Indico o lugar. espero que encontrem meu presente de 10 mil anos atrás.

Adeus, meus amigos. Abandono-me ao esquecimento na certeza de que vocês para sempre serão lembrados.

Aillesel Seldarie

A Última Lição

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras da Casa - Estilo de Trovadores da Espada

Tesouros Antigos da História Seldarine