Não se sabe com certeza o que aconteceu durante a viagem. De alguma forma, as pesquisas supõem que eles obtiveram sucesso em sua jornada, mas a ferida que ficou no coração de todos, desde os que partiram e voltaram, até os que ficaram, desestruturou muitos dos alicerces da família. Um pedaço de diário, que poderia ser de Arliene, encontrado muitos anos depois por aventureiros em uma floresta próxima a Cormyr, no meio de materiais roubados por orcs, descreve o que aconteceu realmente:

... e havia fogo e um cheiro forte de enxofre. O Filho da Luz está muito debilitado e o artefato mágico que ele carrega... [aqui fica incompreensível durante várias linhas, então ela recomeça]... Erly chora pedindo que não vá e Mel abraça forte o Iluminado, eu sabia que algo surgira entre eles dois... [novo texto ininteligível]... Roger já gritou as ordens que tinha de gritar, mas todos sabíamos que eram em vão, o olhar de Abrahan é um olhar decidido, forte e protetor. Nunca encontrei ninguém assim, nem mesmo mamãe. Ele sabe que Roger não possui mais magias e o ferimento que a criatura fez no Iluminado o impossibil... [novo texto ininteligível]... Temos só mais uma sala a nossa frente abarrotada de criaturas nefastas e o plano já foi muito bem exposto por Abrahan, ele vai entrar e abrir passagem para a gente entre os demônios enquanto as magias de Erly nos ajudarão a atravessar com uma certa segurança, mas temos de ser rápidos. As lágrimas incontidas nos olhos de minha irmã dizem que aconteceu algo mais que uma conversa na noite em que ela foi à barraca de Abrahan. Isso me diz que toda a proteção e sacrifício que ele tem dedicado ao ser celeste é mais por conta do sentimento que surgiu entre ele e Erly do que pela importância da salvação deste ser para Faerûn.

[manchas de sangue e tinta borrada evitam que se compreenda o texto por um pouco mais de uma página e meia, depois há um recomeço]

... depois de várias luzes, explosões e gritos, um silêncio sepulcral nos causou um arrepio na espinha. Erly esquece todas as recomendações de Roger e vai em direção do castelo onde estávamos e onde Abrahan ficou lutando contra os demônios, trancando a porta após passarmos. [novo texto ininteligível]... Filho da Luz não consegue trazer de volta Abrahan, não importa o quanto ele clame pelo seu deus. Erly chora copiosamente abraçada ao que restou da espada do guerreiro. Roger olha em volta e ainda não consegue acreditar que uma única pessoa tivesse conseguido derrubar tantos demônios e ainda ter forças pra arrebentar a própria espada na cabeça do líder deles. [novo texto ininteligível]... o corte no que restou do corpo do demônio vai do olho esquerdo, passa pelo chifre direito e c... [novo texto ininteligível]... Erly realiza um ritual para purificar o que restou de Abrahan para levarmos. É desesperador acompanhar suas orações misturadas às suas lágrimas, maior milagre foi seu deus ter conseguido entender em seu plano aquilo que mal compreendíamos a meros passos. Filho da Luz não solta a mão de Mel um único instante...
[a partir daqui o texto se perde.]

Dias depois, uma comitiva triste e pesarosa chegava ao templo de Netheril em que Erly era clériga. O mensageiro e sua “mensagem” são escondidos durante quase um mês até ser reclamado por sua divindade. Tempo o bastante para plantar uma semente divina na família Tamassir, no útero de Mel, que desapareceu por quase um ano após esse episódio.

Abrahan foi enterrado com pompas de herói no cemitério da família Tamassir. Ruben fez questão de colocá-lo lá e assumir todos os gastos. O nome “Belarn” mais uma pintura foram colocados na parede da família, Ruben também encomendou um brasão dedicado a eles. De certa forma, a tradição de um Belarn sempre protegendo um Tamassir foi criada ali.

Quanto ao resto da família, houve uma nova cisão, e mais uma vez a maior parte deles seguiu viagem para seus incertos e misteriosos rumos. Roger decidiu voltar ao povo élfico, mas antes demorou dois anos ensinando a seus sobrinhos as artes que havia aprendido. Arliene nunca mais apareceu – não se sabe bem a razão, alguns dizem que ela ficou louca depois do que vira – e seus filhos ficaram aos cuidados de Ruben e Elba, a qual fixou casa em Netheril e cuidou dos meninos como uma mãe. Mas foi em Erly que o toque do destino se fez pesar com mais força. Em seu ventre ela carregou aquele que seria o novo protetor da casa Tamassir.

Estudos e pesquisas levam à crença de que os restos mortais de Abrahan estariam soterrados em algum lugar desta montanha, no sul do Anauroch, pelas Scimitar Spires. ~ Pintura original de Caspar David Friedrich (1812 Old Heroes' Graves oil on canvas 49.5 x 70.5 cm)

This entry was posted on 5.28.2014 at 07:47 and is filed under , , , . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

0 comentários

Postar um comentário