A Fala do Mestre 10 - Sobrevivente

Uma dezena depois ele foi encontrado. O último e único sobrevivente de uma malfadada comitiva. Não sabia como havia chegado até ali. Não lembrava o que comera ou bebera para viver até ali. Apenas um gosto amargo na boca. Quando lhe perguntaram seu nome. Respondeu com um grunhido, como se tivesse devorado a própria língua e todos os idiomas que sabia falar. Não sabia que nome dizer. Dentro dele pareciam existir muitos outros nomes devorados e violados diante de si. Restava apenas aquele gosto amargo na boca. Vendeu tudo o que possuía. Queria esquecer Lua Argêntea, queria esquecer o que tinha visto, queria esquecer que havia rastejado como um verme e alimentado-se como algo muito pior. Apenas um gosto amargo na boca. Apenas um gosto amargo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Regras da Casa - Estilo de Trovadores da Espada

Tesouros Antigos da História Seldarine